TRATAMENTOS

DISCOGRAFIA

A discografia provocativa é um método utilizado para demonstrar se há algum problema com os discos intervertebrais, que pode ser causador de dores. É um exame invasivo que pode ser útil no diagnóstico da dor cervical ou lombar discogênica, que é a dor nas costas que têm origem no disco intervertebral.

Através de uma punção na pele, uma agulha é guiada até o centro do disco possivelmente lesionado. Em seguida é injetado um contraste não iônico e verificado se este procedimento causa dor no local indicado pelo paciente, conseguindo assim detectar o local e o tipo de disfunção ou possível digeneração.

Como nem todo disco degenerado causa de dor na coluna, trata-se de um exame potencialmente capaz de diferenciar um disco degenerado doloroso de um indolor.

A observação do tipo de resposta com relação a dor à injeção de contraste no interior do disco, tem mais valor do que exames de imagen, pois exames como ressonância ou tomografia, podem ser capazes de mostrar uma lesão, mas não permitem dizer se a lesão é sintomática ou não. A discografia provocativa é um exame que objetiva dizer se uma lesão observada em um exame de imagem é provavelmente a causa da dor do paciente. Se um paciente tem a sua dor habitual reproduzida pela injeção do contraste, presume-se que aquele disco seja o foco da dor.

Tire suas dúvidas